You successfully added to your cart! You can either continue shopping, or checkout now if you'd like.

Note: If you'd like to continue shopping, you can always access your cart from the icon at the upper-right of every page.

Quantity:

Total:

Filters

Categories

O Propósito de Deus em Sua Vida


O Propósito de Deus em Sua Vida

Você sabia que Deus criou você com um propósito em mente? Deus tem um plano para sua vida.

Muitos se perguntam: Por que eu estou aqui? De onde eu vim? Para onde vou? A resposta não é difícil de encontrar. Está na Bíblia.

Gênesis 1:27 diz que “Deus fez o homem à Sua própria imagem” e que Ele os criou homem e mulher. O propósito de Deus era criar pessoas que fossem como Ele. Você foi feito para ter a natureza divina. O Amor é o DNA de Deus. Assim, você também foi feito para ser amor.

Também vemos em Lucas 3:38 que o primeiro homem, que foi chamado Adão, era “o filho de Deus”. Portanto, qualquer pessoa que tenha a natureza divina é um filho de Deus. Quando Deus disse a Adão e Eva “sejam frutíferos e multipliquem” (tenham filhos), Ele queria que eles gerassem mais filhos de Deus.

Mas, surgiu um problema. Adão e Eva pecaram e perderam a natureza divina. Desde aquele momento, nossa história tem sido uma longa história de como recuperar o DNA do amor e mais uma vez nos tornarmos filhos de Deus à Sua imagem.

Com o passar dos anos, os homens criaram muitas religiões para tentarem dizer às pessoas como serem perfeitas, como se tornarem imortais ou como elas poderiam ir para o céu. Todas as religiões de alguma forma confiaram na autodisciplina para forçar a natureza humana a tornar-se boa.

Alguns dependem da ajuda de Deus, mas normalmente as pessoas contam com o poder da vontade própria humana e Deus é somente o auxiliar delas.

A Bíblia mostra um caminho diferente.

O Plano da Bíblia

A Bíblia ensina que o pecado requer a pena de morte, portanto quando Adão e Eva pecaram, eles se tornaram mortais. A partir de então, era certo que não viveriam para sempre.

Quando tiveram filhos, a morte (mortalidade) foi passada para seus filhos. De Adão em diante, toda criança gerada recebeu a semente mortal de seu pai. A única forma de se evitar a mortalidade seria contornar o seu pai terreno. Filhos teriam que ser concebidos sobrenaturalmente.

Isso não é possível em condições normais, porém a sabedoria de Deus encontrou um caminho para fazer isso: o caminho é ser gerado por Deus em vez de ser gerado por seu pai terreno. Você precisa ser gerado por uma semente imortal vinda do céu.

Mas como uma pessoa pode fazer isso? Afinal, já fomos gerados por um pai terreno e nascemos por uma mãe terrena. Isso pode ser mudado?

Não, seu corpo terreno nunca será imortal - nem agora e nem nunca. Não há nada que você possa fazer a respeito, mas existe uma maneira de ser gerado uma segunda vez, e essa é a chave para alcançar a imortalidade.

Ser Gerado Por Deus

A Bíblia diz que Jesus foi gerado pelo Espírito Santo (Mateus 1:18). Por essa razão, Ele foi chamado de “Filho de Deus”. Sua concepção tornou-se o padrão a ser seguido por todos nós, mas deixe-me explicar.

Um dos discípulos de Jesus se chamava João. João escreveu sobre Jesus, dizendo:

“Ele veio para o que era dele [nação], e os que eram Seus não o receberam. Mas a todos quantos o receberam, a eles Ele deu o direito de se tornarem filhos de Deus, àqueles que creem em Seu nome, que não foram gerados por linhagem sanguínea, nem pela vontade da carne, e nem pela vontade do homem, mas de Deus." (João 1: 11-13 | NAS-1977 - Tradução Nossa1)

Em outras palavras, a maioria das pessoas em Sua nação não tinha fé Nele, nem acreditava que Jesus havia sido gerado pelo Espírito Santo. Sua história parecia extrema demais para que elas acreditassem.

Ao rejeitá-Lo, elas também rejeitaram o plano divino para tornarem-se filhos de Deus. Na verdade, a maioria delas pensava que eram filhos de Deus em virtude de serem descendentes de Abraão. Mas mesmo Abraão, por mais notável que tenha sido, era mortal, e todos os seus filhos também morreram.

João diz que, tendo fé em Jesus, recebemos o direito de nos tornarmos filhos de Deus. Ele também diz que os filhos de Deus não são aqueles que podem traçar sua linhagem até Abraão ou qualquer outro homem mortal.

Quando fomos gerados por nossos pais terrenos, nascemos pela "vontade da carne" e pela "vontade do homem". Em outras palavras, nossos pais se uniram por vontade própria e foi assim que fomos trazidos a este mundo.

Os filhos de Deus, entretanto são concebidos pela vontade de Deus. Ele é o Pai de Seus filhos. Foi assim que o próprio Jesus veio ao mundo. Deus era Seu Pai, porque o Espírito Santo de Deus fecundou o ventre de Maria, a mãe de Jesus. Se ela tivesse ficado engravida de José (seu noivo), então Jesus teria sido como os outros homens na terra. Ele poderia ter sido um bom homem, e talvez até um grande mestre ou profeta, mas não seria o Filho de Deus.

O Testemunho de Pedro

 

Pedro foi outro discípulo de Jesus, e nos explicou como nos tornarmos filhos de Deus. “Você foi gerado novamente, não por uma semente que é mortal, mas imortal, isto é, por meio da viva e permanente palavra de Deus.” (1 Pedro 1:23 | Tradução Nossa2)

Nossos corpos foram concebidos por uma semente mortal de nossos pais terrenos, mas Pedro estava escrevendo para aqueles que foram gerados uma segunda vez por uma semente imortal. Ele diz que essa “semente” é a “viva e permanente palavra de Deus”.

Mas como a palavra de Deus gera alguma coisa?

A palavra de Deus é semente espiritual. Ela tem o poder de gerar filhos de Deus. Deus não gera filhos através de ato sexual como é feito quando se gera filhos de carne. Deus gera filhos através de nossos ouvidos.

Quando ouvimos a palavra de Deus e a recebemos (respondemos, correspondemos a ela) pela fé, Deus gera uma nova vida em nossos corações. Um novo ser vivo começa a crescer em nossos corações.

A nova vida é mais do que apenas um sistema de crenças. A nova vida é um filho, uma filha de Deus. Essa vida tem uma identidade diferente do filho, da filha que seus pais trouxeram a este mundo. O apóstolo Paulo chama essa nova vida de o “novo homem” ou “novo eu”.

Como Tornar-se um Filho, uma Filha de Deus

Há muito tempo atrás, Deus fez uma promessa de salvar todas as pessoas na terra. Deus era poderoso o suficiente para vencer todo o mal na terra. Deus era sábio o bastante para traçar um plano que funcionaria, e para que Sua promessa não falhasse.

Tudo o que Deus exigia era a fé Nele. Como exemplo de fé, Deus falou a um homem chamado Abraão, prometendo a ele e à sua esposa um filho. O problema é que ela não podia ter filhos, e assim eles esperaram por muito tempo. Passou tanto tempo que por fim ela ficou velha demais para ter filhos. A promessa parecia destinada ao fracasso.

Ainda assim, eles acreditavam que Deus era apto para cumprir Sua promessa a eles, mesmo quando perderam a esperança em sua própria capacidade de ter filhos. A história deles é nosso exemplo do que a fé realmente é. Fé não se trata da sua capacidade própria de ajudar a Deus a cumprir Sua promessa, mas é ter confiança na capacidade Dele de cumprir Sua palavra ou promessa.

A Bíblia chama tal promessa de a Nova Aliança. É uma promessa que Deus fez a todos nós. Ele prometeu fazer o que fosse necessário para nos trazer de volta para Ele, de mudar nossa natureza e escrever Sua lei em nossos corações.

Ele prometeu reverter os efeitos do pecado de Adão e tornar a todos nós imortais, para que possamos ser o que Deus nos designou desde o início. Para concretizar isso, Jesus veio do céu e foi concebido em Maria para que Ele pudesse de fato viver na terra como um homem. Ele veio para morrer na cruz e pagar a penalidade por cada um de todos os pecados cometidos. Ele então ressuscitou dos mortos para derrotar a morte, e depois ascendeu ao céu 40 dias depois para aguardar o próximo passo em cumprir a promessa de Deus. Enquanto isso, Ele enviou o Seu Santo Espírito para gerar outros filhos de Deus.

Você pode ser um desses filhos, uma dessas filhas com muita facilidade, não importa quem você é. Se você crê que Jesus é o Filho de Deus que veio à terra para pagar a pena total pelos seus pecados, isso o qualifica como um filho de Deus. Acredite que Deus fez o que Ele prometeu: fazer o que fosse necessário para salvar você e o resto do mundo.

Você não precisa esperar até conseguir fazer mudanças em sua própria vida. Deus mudará seu coração e a sua vida com o passar do tempo. Tudo o que Ele pede agora é que você creia que Ele cumprirá Sua promessa em você.

Quem é Você?

Se você crê nessa palavra, é porque Deus já lhe deu essa fé. Veja, a Bíblia diz que a fé é um presente de Deus, não algo que você precisa gerar por si mesmo por meio do pensamento positivo. A verdadeira fé é saber que aquilo que Deus prometeu é verdade e que Jesus Cristo veio à terra para cumprir essa promessa.

Se você acredita nisso, saiba que o Espírito de Deus já gerou uma nova pessoa em seu coração. Nós nascemos neste mundo como uma pessoa, mas quando você é gerado pela segunda vez, se torna duas pessoas prontamente. Possuindo duas identidades, você em sempre tem que escolher qual delas você quer ser!

Seu antigo eu, que nasceu de seus pais terrenos, é mortal, mas o seu novo eu tem um Pai Celestial, portanto é imortal. Esta é uma questão legal. Assim como alguém pode ir a um tribunal e solicitar a mudança de seu nome para obter uma nova identidade, você também pode ir ao tribunal divino e orar para mudar sua identidade.

Isso não é difícil de fazer. O tribunal divino está onde quer que você estiver quando ora. Aqui está um exemplo de oração que você pode fazer:

“Pai Celestial, eu venho perante Ti para declarar que sou um filho, uma filha de Deus. Quero mudar minha identidade de filho, de filha de pais mortais para a identidade de Seu filho, Sua filha. Dê-me uma nova identidade e ajude-me a viver a minha vida como essa nova pessoa. Obrigado por ouvir minha oração e por registrar minha nova identidade celestial nas cortes do céu.”

Muitas vezes, você terá que se lembrar com frequência de quem você é como filho de Deus. Muitas pessoas começam a ter dúvidas assim que pecam novamente, mas você deve entender que o pecado é o que o seu antigo eu faz, não o novo. O novo eu é perfeito e não pode pecar. Portanto se você pecar, saiba que não é o seu verdadeiro eu que está pecando.

Assim, lembre-se de quem você é. Você está registrado nas cortes do céu como um filho, uma filha de Deus. Agarre-se a isso não importa o que aconteça e ore pela orientação de Deus.

O desafio é fazer o que o seu novo eu diz para você fazer e ignorar o que o seu antigo eu quer fazer. Você vai descobrir, com o passar do tempo e com o estudo da Palavra de Deus, que sua vida mudará constantemente. A chave é lembrar-se de quem você se tornou e, então, mudar sua autoconsciência para essa nova identidade.

Bem-vindo a sua nova vida como filho e filha de Deus!

----------------------------

Notas da Tradutora

1 Não há no Brasil uma tradução oficial da Bíblia New American Standard (NAS) -1977 usada pelo autor para esses versos.

2 O versículo de 1 Pedro 1:23 foi traduzido diretamente da tradução escolhida pelo autor. A tradução em português Almeida Corrigida Fiel, por exemplo, diz: "Ser gerado de novo, não de semente corruptível, mas de incorruptível, pela palavra de Deus, vivo, e que permanece para sempre", que traduziu o verbo "gerar" da mesma forma, enquanto algumas versões o traduzem como "nascido de novo" ou "regenerado".